SIAC - Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão

Notícias

Mais de Cem Mil Postos de Trabalho Foram Registados

Luanda - Cento e noventa e quatro mil trezentos e oitenta e um empregos foram registados, no terceiro trimestre de 2015, em diferentes sectores da economia angolana, segundo informou hoje, em Luanda, o director nacional do emprego, Leonel Bernardo.
O responsável falava durante um encontro para apresentação de números de empregos gerados pela economia, realizado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, onde referiu que os sectores que mais geraram empregos foram os dos Transportes, com 31 porcento, Comércio com 26 porcento e Energia e Águas com 20 porcento.

De acordo com a fonte, o presente relatório descreve o resultado do trabalho realizado pelo Grupo Técnico Multssectorial para o tratamento dos dados numéricos sobre o mercado de emprego (GTME).

Comparativamente a igual período de 2014, regista-se um aumento de 5, 3% de empregos gerados em 2015, visto que no ano transacto neste período a economia nacional tinha gerado 71.689 postos de trabalho.

“ A criação de emprego é um dos principais pressupostos do Plano Nacional de Desenvolvimento 2013/2017, conforme espelhado na ideia de força do Programa Nacional de Desenvolvimento que é a estabilidade, crescimento e emprego”, referiu.

Acrescentou que acções estão a ser desenvolvidas no sentido de diversificar a economia e o reforço das qualificações da mão de obra nacional, afim de criar um cenário que propicie a geração de maiores oportunidades de emprego, garantindo a melhoria das condições de vida dos cidadãos.

Salientou ainda que no actual contexto económico internacional, em que assiste-se a uma baixa do preço do barril de petróleo, e consequentemente na geração de empregos em alguns sectores, somente a capacidade de diversificação da economia com a dinamização de sectores chaves como agricultura, comércio, transportes permitirá reduzir significativamente os efeitos de uma possível crise no domínio do mercado do emprego.

“ É evidente que os sectores petrolíferos e financeiro (dois dos grandes dinamizadores do crescimento económico), não são particularmente intensivos na utilização de mão-de-obra”, salientou.

Por esta razão, o Executivo entende que a agricultura, a indústria e outros sectores de prestação de serviços são fundamentais para geração de empregos e consequentemente na procura da estabilização e equilíbrio do mercado de trabalho.

Fonte: Angop

Você está aqui: Home SIAC Em destaque Notícias Notícias Mais de Cem Mil Postos de Trabalho Foram Registados